Postagens

Em destaque

O estado de conservação dos imóveis da carteira G65

Imagem
Fim das férias! Foram mais de 2.800 kg de chão da cidade onde atualmente moro até a cidade onde estão localizados os imóveis da carteira G65. Gosto muito desta cidade, ela ainda continua visivelmente em crescimento, em ritmo mais lento devido à crise econômica, mas avançando e oferecendo oportunidades para quem quer empreender. Ví muitos prédios residenciais sendo erguidos, centros gastronômicos se destacando, regiões antes inóspitas agora tomadas por restaurantes temáticos e centros empresariais sendo construídos.

Nesse período longe do trabalho, aproveitei para por a leitura em dia, sair com a família a restaurantes e lanchonetes e fazer pequenos passeios a locais próximos da cidade. Não poderia perder a oportunidade de também dar uma olhadela nos imóveis e conversar com alguns síndicos, afinal, foram aproximadamente dois anos sem por os pés na cidade e eu precisava me atualizar sobre a real situação dos imóveis.
O apartamento MCB305 está apresentando uma bela aparência – portaria lim…

O inquilino perfeito! Perfeito?

Imagem
Marcos era um inquilino perfeito: morava sozinho e pagava o aluguel religiosamente na data, enfim, era a materialização do sonho de qualquer locador. Num belo dia, no período de renovação do contrato, Marcos resolveu entregar o imóvel porque estava se mudando para outra cidade para aproveitar uma oportunidade profissional que lhe foi oferecida. Nesses dois anos em que ele ficou no apartamento nunca me foi apresentado qualquer tipo de problema.Na mesma época em que Marcos desistiu de renovar o contrato de locação, minhas finanças estavam saindo dos trilhos e a solução era contrair um pequeno empréstimo bancário. Fui à agência bancária conversar com o gerente quando este me informou que eu tinha alguns títulos protestados, por isto eu não teria acesso ao crédito. Depois de rastrear que títulos eram esses acabei encontrando-os: oito boletos da taxa de condomínio que não foram pagos. Que pancada!Agora, adivinhem quem foi o autor da arte? Sim, o excelente inquilino que acabara de se mudar …