Carteira G65 Ações – Fim da carteira (agosto de 2015)



A carteira G65 Ações teve início no fim de maio de 2014 e seu objetivo é a obtenção de renda através dos dividendos e juros sobre o capital próprio distribuídos pelas empresas e o aluguel de ações. As ações que fazem parte da carteira são de empresas que apresentam boa margem líquida, uma forte geração de caixa e boa política de pagamento de dividendos.


Peso das ações na carteira

O fator determinante para a alteração dos pesos das ações na carteira foi a variação da cotação de cada papel. Porém, em agosto houve a alienação das ações da Cemig CMIG3) e Telefônica (VIVT3) e aquisições de ações do Itaú (ITUB3) e Ambev (ABEV3).




Rentabilidade por ação





Rentabilidade da carteira

A rentabilidade da carteira em junho foi igual a –3,11%. Considerando todo o período de investimento, tem-se que a rentabilidade mensal nominal média da carteira G65 Ações foi  de -0,60% ao mês.




O rendimento acumulado da carteira em 2015 está em –3,90% enquanto o rendimento histórico está em –9,22%.




Histórico de rentabilidade






Dividend yeld

Neste mês foram ficaram ex dividendos as ações do banco Itaú (ITUB3), Metal Leve(LEVE3) e Telefônica (VIVT3).



Fim da carteira G65 Ações

Após o mês de agosto de 2015 a carteira foi totalmente alienada com a finalidade de compor o colchão de emergência utilizado renda fixa (CDB).

Tecnologia do Blogger.