Foram muitos sonhos


Dois tucanos se exibiam na copa da árvore à frente da varanda, sinal de que a tarde ensolarada daquele domingo já estava chegando ao fim. Deitados em uma rede, eu e minha esposa conversávamos sobre os vários sonhos de negócio que já tivemos. Alguns foram bem marcantes e quase executados.

Sonhamos cultivar frutas para exportar para o mercado interno ou externo. Por coincidência morávamos em uma cidade onde a principal fonte econômica era exatamente a fruticultura irrigada. Que bela paisagem e como sonhamos! Não cansavamos de visitar fazendas de uva, goiaba, acerola, maracujá, banana e mamão. Criamos planos de cultivos, projeções de investimento e etc. Confesso que ainda temos este sonho, mas sabemos que ainda não é o momento adequado para perseguí-lo.

Outro sonho duradouro foi o de construir um local voltado exclusivamente para estudantes universitários que advinham de outras cidades. Penso que o modelo de negócio que havíamos imaginado era caro, mas como era voltado para um público com melhor poder aquisitivo e que invadiu a cidade reclamando da falta de estrutura adequada, na visão deles, o plano tinha uma boa chance de ter dado certo.

Por fim, dentre os vários sonhos de negócio que tivemos, o sonho de abrir uma loja nunca saiu de nossas discussões, como a desta tarde. O comércio sempre nos cativou e por várias vezes conversávamos sobre produtos que tinhamos afinidade e que poderiam ser comercializados. Listávamos vários segmentos como: produtos para cozinha, perfumaria como a boticário, semijóias, supermercado e roupas. Que belo sonho!

Todos esses sonhos tinham um ponto em comum  que os tornavam inviáveis: a grande probabilidade de mudarmos de cidade. Era apenas uma questão de tempo para as atividades na empresa onde trabalho obrigar-nos a morar em outro lugar. Mas a partir deste ano, a situação é outra. Há uma enorme chance de nos fixarmos definitivamente em uma cidade agradável.

O friozinho já se fazia sentir e o sol deu lugar à lua e com ele este domingo se foi. A idéia de abrir uma loja voltado para a comercialização de roupas saiu da hibernação. Como será esta loja? Qual será o público alvo? Não sabemos ainda. Temos muitos questionamentos à serem respondidos. Pensamos que agora pode ser um bom momento para iniciarmos a corrida atrás do sonho.


10 comentários:

  1. Parabéns, sucesso, fico feliz com seu sonho realizado!

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, rk.

      Obrigado.

      Ele com certeza sairá do papel, mas sem pressa.

      Excluir
  2. Acredito que tenha vivenciado belas paisagens. Tenho parentes que estão próximos de iniciar o cultivo de orgânicos (mercado difícil), próximo aos moldes que você descreveu, mas para o mercado interno.
    Aqui em casa plano morangos orgânicos para fazer geléia rsrsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Risco, os cenários de quilômetros de terras onde se cultiva frutas é muito bonito. Imagine, enormes plantações de videiras, bananeiras, goiabeiras, mangueiras... é muito bonito.

      A fruticultura, no geral é um mercado meio fechado e exigente. Penso que atingir o mercado interno seja mais fácil, porém menos rentável. Dependendo da escala de produção, muitas vezes entrar para uma cooperativa ou algo semelhante seja uma boa solução.

      Onde eu morava tinha um parreiral de uva que era uma beleza em termos de produção. Na época da safra eu tinha suco todos os dias, rss. Uma delícia!

      Excluir
  3. Sucesso meu amigo!!
    Com certeza passará por diversos momentos: bons e ruins. Que os bons possam prevalecer sobre os ruins.
    Não deixe de compartilhar conosco o seu aprendizado.
    Abraco! Parabéns! Confesso estar emocionado...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Investidor Mineiro, com certeza teremos momentos bons, péssimos, bravos, enfim, não será fácil. Mas irei partilhar toda essa caminhada, valerá a pena para outras pessoas perceberem como é a caminhada.

      Abraço.

      Excluir
  4. mas que bela história G65 !! com certeza esse sonho será um sucesso !!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Zé. Espero que consiga montar o negócio e sobreviver. O sucesso será consequência. Vamos ver...

      Excluir
  5. Olá G65,
    É muito bacana ver que vcs tem esse tipo de conversa, de forma leve... muito casal está precisando desse tempero!
    E toda conversa fica melhor embalada no balanço de uma rede... hehehe
    Abraço e sucesso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acreditamos que alguns momentos são bem oportunos para discutir sobre investimentos, sonhos de negócios, etc. Geralmente somos mais criativos quando estamos curtindo "preguiça". Como ela também gosta destes assuntos, fica tudo mais fácil.

      Abraço.

      Excluir

Fica a critério do administrador do blog GERAÇÃO 65 excluir comentários considerados ofensivos ou que contenham palavras de baixo calão.

Tecnologia do Blogger.