Mudando o layout do apartamento MO506


Finalmente recebi o comunicado da construtora autorizando o envio dos projetos para modificação da planta do apartamento MO506, que irá compor a carteira de imóveis no çnm,mnsegundo semestre de 2018. Deram-me um prazo curtíssimo para o envio destes projetos, porém, boa parte das ideias que eu pretendo implantar já estava esboçada.

Para não perder tempo, contratei de imediato os serviços de um técnico em edificações para fazer os desenhos (planta baixa, layout, cortes, projeto elétrico ec nnhn hidráulico e especificações de materiais) e arregaçamos as mangas. O objetivo é transformar um apartamento de 70 m2 com dois quartos e uma suíte em um apartamento de um quarto e uma suíte.

No período em que eu esboçava alguns layouts, havia aproveitado para conversar com alguns corretores da imobiliária que administra os meus imóveis e eles foram unânimes na afirmação de que se eu continuasse com a planta original provavelmente eles teriam dificuldade em alugar o apartamento. De acordo com os corretores, imóveis com três quartos são geralmente procurados por famílias com um ou dois filhos. Durante a visita ao apartamento elas perceberiam claramente o desconforto a que estariam sujeitos por causa do espaço livre muito reduzido. Com certeza as primeiras pessoas que desaprovariam o imóvel seriam as esposas, pois geralmente elas passam a maior parte do tempo em casa.

Ainda, segundo os corretores, apartamentos com layout semelhante aos meus esboços são orientados para um público que raramente ficam muito tempo em casa. Este público é formado por jovens profissionais, que sempre saem para as baladas, casais recém-casados onde ambos trabalham e profissionais executivos que permanecerão por um período na cidade e precisam de um ponto de apoio. Estas pessoas, quando estão em casa, não abrem mão do conforto. Com o público bem definido, fica bem mais fácil captar o potencial inquilino para o imóvel.

Passado alguns dias o técnico enviou-me dois projetos nos quais foram derrubadas duas paredes da cozinha tornando-a uma cozinha americana com um amplo balcão e eliminou-se a varanda para aumentar a área da sala transformando-a realmente numa sala com dois ambientes – estar e jantar. No primeiro projeto a suíte foi ampliada ao desaparecer com um quarto e foi adicionado um closet. No segundo projeto ampliou-se a suíte, porém sem o closet, portanto, as áreas da sala e a da cozinha ficaram ainda maiores. Gostei dos projetos, irei avalia-los com cuidado e ouvir a opinião de outros profissionais da área. Os projetos ficaram bem melhores que os meu esboço, nada melhor que um profissional para nos auxiliar. Ainda está faltando planejar adequadamente a iluminação em todos os cômodos e a escolher os revestimentos dos pisos e bancadas da cozinha e banheiros. Vejo que ainda temos muito trabalho e muita coisa por definir, creio que o esforço valerá a pena.


2 comentários:

  1. Ola G65. Sempre acompanho seu blog.
    Tenho um apto que sera entregue ano que vem, estou na fase de definir o piso. Penso em trocar o porcelanato polido que a construtora ira colocar por um piso cimenticio ou ou mesmo piso vinilico. Vc acha que o mercado aprova isso? o Imóvel fica mais bem avaliado?

    Outra coisa, em relação a sacada com churrasqueira, penso em tira-la para aproveitar melhor a área da sacada e transforma-la num living. Poderia inclusive colocar uma churrasqueira a gas, mais pratica e que ocuparia bem menos espaço.

    Vc que esta no mercado, terias opinião a respeito destes pontos?

    Obrigado e um abraco,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Leandro.

      O que eu observo é que tanto o porcelanato quanto o piso vinílico são bem aceitos. Alguns valorizam um pouco mais o piso vinílico porque pode "imitar" madeira e não fazem tanto barulho quando andamos.

      A varanda gourmet está na moda hoje em dia, porém a permanência dela ou não dependerá de seus hábitos. Se você for utilizar muito esse espaço, então não o retire, você poderá solicitar um projeto para integrá-la à sala e fazer ótimas reuniões com a família e amigos sem ter que usar a área comum do condomínio. Mas se o apartamento for pequeno, prefiro ampliar a sala eliminando a varanda.

      Todas essas decisões dependerão da finalidade do imóvel, se é para alugar, vender ou sua residência. Mas de qualquer maneira, acho que vale a pena você consultar um profissional da área para te dar uma boa base para a tomada de decisão, afinal, um imóvel é um bem de valor elevado.

      Abraço.

      Excluir

Fica a critério do administrador do blog GERAÇÃO 65 excluir comentários considerados ofensivos ou que contenham palavras de baixo calão.

Tecnologia do Blogger.