Carteira G65 FII 2017– acumulado até junho (5,19%)




1 – PERFIL DA CARTEIRA G65 FII

A carteira G65 FII (Fundos de Investimentos Imobiliários) teve início em juho de 2016 e seu objetivo é a obtenção de renda através dos aluguéis distribuídos pelos fundos.


Peso dos ativos no valor da carteira

Até o momento, o fator determinante para alteação da composição da carteira no período foi a variação na cotação dos papéis e o aporte total de R$ 520,40 para aquisições de cotas do fundo SAAG11 e R$ 648,60 para aquisição das contas do fundo KNRI11.


Patrimônio acumulado

O lucro acumulado de cada ativo está expresso no quadro abaixo juntamente com parte dos dividendos disponibilizados em conta corrente na corretora. Pode ser observado que o lucro líquido acumulado da carteira está em R$ 740,78, advindos do somatório do valor atual dos ativos e dos valores remanescentes dos aluguéis disponíveis em conta corrente.





2 - PRINCIPAIS INDICADORES

Rentabilidade dos ativos

A rentabilidade de cada ativo leva em consideração o valor atual da cota e os dividendos distribuídos ao longo do perído da carteira.



Rentabilidade mensal e anual da carteira

No mês de junho, a rentabilidade da carteira foi de –0,21% e a rentabilidade acumulada no ano está em 5,19%.

 
 


Rentabilidade histórica

A rentabilidade histórica da carteira está em 11,74%, acima do IPCA acumulado no período que está em 3,83%. Sendo assim, o ganho real da carteira está em 7,91%. Considerando todo o período de investimento, tem-se que a rentabilidade nominal média da carteira G65 Renda Variável é de 0,86% ao mês.



Distribuição dos proventos - Dividend Yeld

Neste ano, até o momento, já foram distribuídos R$ 314,80 em alugueis, o que corresponde a um didend yeld acumulado igual a 4,06%.



Histórico dos proventos - Dividend Yeld

8 comentários:

  1. Buenas, G65! Segue o baile! Quais os critérios você usa para escolha dos FIIs?

    Abraço e sucesso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, IpV.

      Procuro não complicar muito. Os três principais pontos que verifico são: taxa de vacância, qualidade dos inquilinos e portfólio de imóveis diversificado.Na minha carteira existam algumas exceções em decorrência da oportunidade, mas que estou revendo-as, decidindo o que fazer.

      Abraço!

      Excluir
  2. Mais uma vez, parabéns G65.
    Em que pese a rentabilidade mensal tenha sido negativa, os dados no acumulado, são espetaculares.
    Abc

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, FPI.

      Vamos ver se os bons resultados se mantêm no longo prazo.

      Abraço!

      Excluir
  3. Isso aí G65! Para cima e avante!

    Uma pergunta: vc já chegou a ir a fundo na tendência de fechamento de agências bancárias? Sente-se seguro em manter FIIs desse setor?

    http://www.valor.com.br/financas/5019144/fechamento-de-agencias-bancarias-cresce-no-ano

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, André.

      Acredito que a tendência é reduzir uma boa quantidade das agências bancárias como deu início o Banco do Brasil, Itaú, Bradesco e Santander. Uma possível consequência disto são a queda na performance dos fundos que detêm estes imóveis.

      Penso que, caso isto ocorra, não será de uma hora para outra. Teremos tempo para nos desfazermos destas cotas.

      Abraço!

      Excluir
  4. Excelente artigo bem detalhado, sobre o Parônimo e a rentabilidade

    Excelente Layout do Site, parabéns por esse trabalho, esta muito agradável de visitar

    Abraço e Bons Investimentos

    ResponderExcluir

Fica a critério do administrador do blog GERAÇÃO 65 excluir comentários considerados ofensivos ou que contenham palavras de baixo calão.

Tecnologia do Blogger.